sábado, agosto 12, 2006

Aprendendo a Adorar

Depois de um longo dia de trabalho para toda a MK, às 18 horas se iniciou no 3º piso da empresa um culto, onde Marina de Oliveira junto com uma boa parte dos funcionários orou, cantou e ministrou com base em algumas de suas novas canções para a gravação de seu mais novo CD e DVD ao vivo, já intitulados de “Meu Silêncio – Ministração Profética Entre Amigos e Irmãos. Vol 1.”. Também estavam presentes Wiliam Nascimento e a dupla Marquinhos Menezes & Lílian que a acompanharam no vocal.
Pra começar bem Marina ensinou para todos a canção “Trono de Glória”, depois “Rasga os céus e desce”. Depois chegou a vez de adorar com “Usa-me agora”, uma canção bem longa e que será a de abertura do evento, Entre uma música e outra Marina testemunhava o que Deus havia feito durante o tempo em que ela se calou, a interprete se emocionava muito. A pedidos, Marina cantou também a canção “Vou profetizar”, que é uma composição sua de parceria com Eyshila, antes de cantar a última canção, Marina ministrou “Meu Redentor”. Por fim Marina cantou “Meu Silêncio” e testemunhou como esta veio ser mais uma de suas composições, ao terminar a canção todos estavam quebrantados com o mover do Espírito Santo que ocorreu ali.
E quem pensa que acabou está muito enganado, para a próxima semana Marina pretende realizar mais um culto deste com direito a banda ao vivo e se possível, uma transmissão via internet. E até o dia da gravação, na MK todos os funcionários ouvirão durante a sua rotina de trabalho o novo repertório de Marina para fazerem bonito no dia da gravação.
Marina de Oliveira está muito feliz por Deus estar sendo tão bom e tão misericordioso com a sua vida, ela afirmou que sabe falar bem, mas hoje ela se despoja de todas as suas habilidades para apenas usar o seu coração de forma que este consiga alcançar o perfeito louvor e a perfeita adoração diante de Deus. Ela também diz que quer estar entre amigos e irmãos, porque estes são imitadores de Cristo, com isso Marina quer aprender mais e mais... Este é o tempo que Marina e todos nós estamos aprendendo a adorar.

Texto de Diego Rodrigues