quarta-feira, dezembro 28, 2005

O Cristo da Paixão atrai 10 mil pessoas

Mais uma vez o Grupo MK de Comunicação surpreendeu pelo profissionalismo na noite desta terça-feira. Apresentando o espetáculo musical O Cristo da Paixão, Marina de Oliveira e seus liderados fizeram a Via Show – que teve lotação de 10 mil pessoas – se emocionar ao relembrar a passagem de Cristo na terra.
Os ingressos se esgotaram e, na esperança de encontrar o ticket no local do evento, houve quem precisou se contentar em apenas ouvir do lado de fora. A abertura foi feita ao som das bandas Oficina G3, com a música "A Lição", e Novo Som, com "Herói dos Heróis". Vestidos com trajes bíblicos, os artistas da MK cantaram e contracenaram com os funcionários da empresa.
A cidade cenográfica transformou o palco numa pequena Jerusalém. Ela foi fruto do talento de Marina de Oliveira e da empresa Promix – a mesma a montar o premiado stand da MK na Expo Cristã 2005. Esta parceria tornou possível a exibição, num mesmo espaço, do gólgota, da santa ceia, do jardim do túmulo e do deserto onde Jesus foi tentado.
Quanto maior é o projeto, maior é a responsabilidade do empreendimento. E Marina de Oliveira, que ficou na direção do musical, sentiu isso na pele. “Ontem, dia 26, o nosso ensaio geral não foi promissor e eu fiquei desesperada. Cheguei em casa dizendo para Deus que precisava de tranqüilidade. Como resposta da minha oração, ele me fez ter uma ótima noite de sono. Sei que este projeto é dEle e, por isso, todo o Grupo MK o abraçou. Nada é melhor do que servir ao Deus vivo e ter alguém que cuida de nós verdadeiramente”, contou a autora do musical. Emocionada e certa de que a apresentação encontrou lugar no coração dos espectadores, ela ressaltou: “Antes do DVD chegar na casa das pessoas, eu queria repetir o espetáculo”.
Malta Júnior, locutor da Rádio 93FM e ator, teve a oportunidade ímpar de protagonizar Jesus. Apesar de ter sido a primeira experiência como Cristo, ele encenou com brilho as humilhações, os diálogos e a vitória do Salvador do mundo.
“Este trabalho tem dois significados importantíssimos. O primeiro é o profissional, de fazer um papel que todo o ator gostaria de fazer. No meu currículo como ator, nunca tinha feito algo de grande expressão. Aliás, um dos meus grandes sonhos foi falar ‘em Tuas mãos entrego o meu espírito’. E, espiritualmente falando, fazer o papel de alguém que é o meu Mestre, que significa salvação de todo a humanidade, é juntar o útil ao agradável”, afirmou Malta Júnior.
O deputado federal Arolde de Oliveira lembra o nascimento deste projeto. Escrito há alguns anos, a produção do musical ganhou força após o lançamento do CD Paixão de Cristo, de autoria de Elizeu Gomes e produzido por Kleber Lucas. Após o boom do trabalho em áudio, brotou no coração da diretoria do Grupo MK de Comunicação dar mais um passo. “O dia de hoje vai marcar uma nova fase, que é o novo tipo de foco musical de cantata, musical e operetas, dentro da história bíblica. E mais para frente, quem sabe, filmes”, acredita o deputado.
Para Yvelise de Oliveira, presidente do Grupo, o evento também serviu para mostrar a capacidade dos evangélicos. Acreditando cada vez mais nas promessas de Deus, ela afirma: “A Marina foi a boca de Deus para fazer o que fez, e nós fomos usados por Deus para que pudéssemos mostrar toda a beleza de nossas músicas. Tenho certeza de que, quem não é crente e assistiu, não sabia que os evangélicos poderiam fazer algo de tamanha expressão, cantatas tão lindas”.
A Via Show contou também com a presença de convidados ilustres como o secretário de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, João Carlos Alves e a diretora de Marketing da Embratel, Márcia Maia. Dentre os líderes religiosos, compareceram os pastores Josiel Berto (Primeira Igreja Batista de Ipanema), Jaime Soares (Assembléia de Deus de Bonsucesso) e a bispa Ana Almeida (Sara Nossa Terra da Barra da Tijuca).